quinta-feira, junho 08, 2017

Resenha - Beleza Americana:


Hoje eu resolvi iniciar uma coisa nova por aqui, lembrando que sera apenas por hobby nao sou analisadora de nada e serao apenas opiniões sobre filmes e series aleatórias. Para começar vou utilizar o clássico "Beleza americana" mas que para a surpresa de muitos, nunca havia assistido. Entao vamos as minhas primeiras impressões:

No inicio pensei que o filme fosse me decepcionar muito confesso ate pensei que fosse muito ruim apesar de todos falarem tanto dele. Pensei que fosse apenas um estilo mais lolita. E que nao passasse de um personagem mais velho em depressao ou escroto agressivo com a familia (que ele fica um pouco depois, por alguns motivos) e de uma garota popular padrao de escola que gostava de seduzir mais velhos e que ele se apaixonava. Nao seria pedofilia isso??? Enfim, sempre que via algo relacionado do filme havia aquela garota loira. E eu achava que girava em torno dela, nunca entendi bem quem ja chegou a endeusa-la como se fosse uma musa porque ela nao passa de uma garota superficial. Ah nao ser que fosse pela atuação da atriz, ai sim faria elogios. Porem o filme bem na metade começou a ficar MUITO interessante para mim principalmente com mais participação de Ricky. Pra mim ele é a melhor parte da trama. Uma pegada de janela indiscreta com o lance das filmagens. Poesia, rebeldia, arte.. Mas confesso que fiquei com um pouco de medo dele ser um sociopata. Mas é um traficante de drogas com muitos problemas com o pai que começa a desconfiar novamente dele mas acaba vendo algo e interpretando uma coisa completamente diferente do que realmente era, sendo o fato desencadeante para o enredo ja que se mostra ser um homem frio triste e extremamente preconceituoso (por motivos de nao se aceitar inclusive). Achei muito bom esse encaminhando dos fatos. Eu amo filmes e series em que sao deixados detalhes a se perceber e que nos fazem querer reassistir algo. Entao achei bastante interessante tambem a presença de armas na vida de quase todos os personagens ao longo do filme pois ja o iniciamos sabendo que o protagonista morre e entao começamos a suspeitar de cada um deles, que teriam seus proprios motivos. Interessante tambem a presença das rosas e seus significados. Encontrei um video de um canal super legal falando sobre esses significados e amei, confiram:


sexta-feira, maio 26, 2017

Cancelamento de The Get Down:


Com toda a dor no coração posto essa notícia sobre o cancelamento da serie The Get Down. Essa serie significava muito para mim, realmente pela primeira vez cancelam uma serie que eu tenha gostado tanto e estou de coração partido. Mas o problema nao é so isso, nao é so tristeza, porque se nao tivesse uma outra forma eu ate aceitaria e ficaria apenas triste. Mas o que sinto? Chama revolta. A Netflix tinha em maos uma historia incrivel e original, aonde mal poderiamos tirar defeitos em nenhum setor: elenco, plot, falas, trilha sonora, fotografia, ambientação, figurino, adaptação da epoca.. Em nada. Entao cancelamentos assim me deixam muito indignada porque nao houve praticamente nenhuma divulgação fora os proprios fas da serie e usam o fato de ser muito caro continuar e sem audiência necessaria (?) Uma serie que tem tanta representatividade em todos os sentidos, tanto negra, lgbts e mulheres sendo independentes e fortes. Abordando a violência e como combate-la, a liberdade uniao musica amizade lealdade e amor. Me pego perguntando, por que? Por que nao foi divulgada em peso como foi com 13 reasons why, por exemplo, que alias foi renovada para uma 2 temporada sem nem ao menos ter historia e necessidade nenhuma a nao ser o dinheiro que isso vai lhes proporcionar, alem de ter uma famosa em sua produção. Aposto como todos ouviram falar em algum lugar de 13 reasons why, ate em anúncios do youtube, mas nunca de the get down, a nao ser que fosse de algum fã, nao é mesmo? Triste continuar vendo isso acontecendo com series cujo protagonismo nao sejam de pessoas padrões brancas. De qualquer forma, obrigada Baz Luhrmann e a todos os envolvidos, por essa obra prima que irei sentir tanta saudade. E netflix, espero que um dia parem apenas de querer aparecer na internet e realmente na hora do vamos ver, quando precisamos de dar atenção as minorias, aconteça. Ai sim vai lacrar, amiga.

Agora me encontro muito triste pensando no fim dos personagens e acho muito injustiça nem ao menos fazer um especial pra concluir tudo realmente de forma boa. Eu realmente espero que o Cadillac dance em toda a porra da lua. Espero que Mylene seja uma estrela e volte a se encontrar com seu amor Zeke. Espero que Zeke e Shao tenham apenas feito um dos seus dramas e no outro dia ja estavam procurando um ao outro voltando a ser amigos e assim salvando Shao da Fat Anne. E reunindo novamente os The Get Down Brothers. Que o Boo seja solto por entregar uma cabeça maior, a cabeça da Fat Anne. Que Dizze e Thor finalmente consigam fazer arte em Nova York sem problemas com prefeito algum um dia e que eles se apresentem como namorados pela primeira vez  a todo o grupo. Que Papa Fuerte tenha seu julgamento e seja declarado inocente, podendo finalmente ficar com o amor da sua vida, Lydia, mae de Mylene e que elas estejam se relacionando bem novamente entendendo tudo o que a outra passou. Que Regina e Yolanda continuem amigas da Mylene e cantando por ai. Que Napoleon continue ajudante dos The Get Down brothers e eles consigam seu sucesso. Eu so esperava um final para todos eles, e, espero que um dia nos veremos "In The Other Side'' 


Ah, e mesmo que nao de em nada, podemos mostrar nosso descontentamento e quem sabe no futuro possa acontecer de alguem continuar este projeto, entao fizeram um abaixo assinado e seria otimo que voce o assinasse aqui OBRIGADA!!!

terça-feira, maio 02, 2017

The Walking Juicebox:

Bom, eu amo os fãs do jogo de the walking dead por conseguirem me fazer rir depois de sofrer tanto jogando. Trago aqui o video para entenderem a referencia da ultima postagem e para rirem um pouco, lhes apresento: The Walking Juicebox


KENNY IS LOVE KENNY IS LIFE

Depois desse video, achei este outro e juro que fiquei rindo por uns 30 minutos fora que viciei na musica, por favor, me digam que eu nao sou a unica?




 OUR GOD IS AN AWESOME GOD HE REIGNS 

The Walking Dead Game - Season Two:



Ha algumas semanas a segunda temporada do jogo de The Walking Dead foi disponibilizado gratuitamente na xbox live, e pude finalmente joga-lo. Pra quem ainda nunca jogou, vale muito a pena, ai vai um resumo sobre ele, ou tambem poder ver a postagem sobre aqui no blog.

The Walking Dead é uma aventura gráfica, jogado a partir de uma perspectiva de terceira pessoa, com uma variedade de ângulos de câmera cinematográfica, em que o jogador, é o protagonista Lee Everett, trabalha com um grupo desorganizado de sobreviventes para se manter vivo no meio de um apocalipse zumbi. Algumas partes do jogo exigem respostas cronometradas a partir do jogador, muitas vezes levando a decisões importantes que terão impacto a história do jogo, na forma de role-playing games (RPGs). Algumas conversas exigem que o jogador faça uma escolha dentro de um tempo limitado, caso contrário, Lee vai permanecer em silêncio, o que pode afectar a forma como outros personagens respondem a ele. Ao contrário de outros RPGs, como Mass Effect ou série Fallout, onde as escolhas caem em cada lado de um "bem ou mal" , as escolhas dentro de The Walking Dead tem resultados ambíguos, tendo um efeito sobre a atitude dos personagens não-jogadores para Lee. 

E entao, em meados de 2013/2014 saiu a segunda temporada, trazendo Clementine como protagonista (A season 3 ja foi lançada e quase finalizada no momento, ja me encontro ansiosa) E por incrivel que pareça esta muito mais pesado do que a primeira temporada. Ainda mais se voce se colocar na perspectiva de que é uma criança tendo que lidar com tudo aquilo. Eu nao tive um minuto de respiro sem que eu levasse uma facada no coraçao enquanto jogava, as escolhas estao muito mais dificeis e esta incrivel a historia. Mas tenho 2 criticas para fazer sobre ela. Entao caso voce ainda nao tenha jogado e nao queira spoilers nao as leia ainda.

1- Na minha opiniao as escolhas poderiam fazer um pouco mais de efeito no rumo da historia, nao somente em como os personagens agem. Muitas vezes sentimos como se nao importasse que a gente tivesse jogando e escolhendo, é como so ver um filme, acontece a mesma coisa e nao podemos mudar nada. As vezes isso pode te fazer sentir que é cansativo e acho que seria bem legal poder mudar algumas coisas na historia de fato, durante o jogo.

2- Os personagens que sobraram no final do jogo nessa temporada: Eu sinceramente preferia que tivessem colocado a escolha final entre o Kenny e Luke (Ate porque ambos ja discutiam bastante durante o jogo) pois seria uma escolha bem mais dificil por ambos serem bons personagens, ou ate mesmo 3 opções incluindo a Jane, porque teria ainda mais diversidade de finais. E porque eu realmente sou Luke fc, confesso, ELE NAO DEVERIA TER MORRIDO DE MANEIRA ALGUMA. Perdao, ainda nao superei, eu te odeio Telltale. Te amo por ter feito esse jogo, mas te odeio por me fazer sofrer dessa maneira. Eu sinceramente espero que tenha um buraco negro com outra dimensao no fundo daquele lago congelado para qual ele tenha ido e que volte vivo em uma proxima temporada assim como o Kenny (DEUS, KENNY IS LOVE KENNY IS LIFE) fez.

Ah, e na proxima postagem eu posto de onde e a referencia do conteudo da ultima aspas sobre o Kenny. Beijos gamers!

domingo, abril 30, 2017

The Get Down - Uma obra prima injustiçada:



Em janeiro eu comecei a assistir uma outra serie original da Netflix apos ter assistido Stranger Things e ter gostado muito. O nome dela é The Get Down e o tema é voltado a contar a historia do hip hop, se passa nos anos 70 e tem toda aquela atmosfera disco que amo. Mas de fato ela nao foi tao divulgada quanto as demais series originais da netflix tanto que quase esqueci que ela tinha sido lançada e muita gente nem mesmo sabe da existência dela ate então. Apesar disso eu havia a acrescentado na minha lista por ter representatividade negra e assim que tive tempo a iniciei.

O primeiro episodio é um pouco grande, mas a partir do maravilhoso poema de Zeke (um dos protagonistas e narrador da historia) e claro nao posso negar que meu interesse aumentou mais ainda quando percebi que Jaden Smith (filho de Will Smith estava no elenco), eu assisti os outros 5 episodios sem nem mesmo ter notado que estava no fim e inclusive fiquei muito triste por perceber que ja tinha terminado. Sao personagens completamente originais envolventes e que te fazem querer proteger (quase todos). O modo que a historia e narrada, o roteiro, a trilha sonora (se prepare pra viciar nas musicas originais deles), o cenário, imagem e figurino são impecaveis. Eu ainda estou tentando achar um defeito nessa serie mas o único que consigo pensar e nao ter tantos episodios ainda. Alem de ter muita música boa (incluindo batalhas de rima) a serie consegue abordar  romance, amizade, realidade, liberdade, rebeldia, representatividade lgbt e negra, trafico, musica disco, violencia e etc, tudo isso ao mesmo tempo de uma otima maneira que nao enjoa.

Enfim essa pra mim é a serie do ano e que todos deveriam tirar um tempinho pra dar atenção a ela, principalmente a própria netflix potencializando a divulgação ate porque nao vemos series com protagonistas negros sendo promovidas tanto quanto as com brancos ate hoje, nao sei bem qual a razao porque essa me chamou mais atenção do que muitas que sao divulgadas em peso por ai.

Nigga got wings, a nigga gotta fly, right?

Follow by Email