domingo, fevereiro 19, 2012

Game - Fatal Frame 3 The Tormented:


Eu começei a jogar a pouco tempo e já estou gostando então resolvi pesquisar um pouco sobre pra quem como eu está a procura de jogos de terror. História: Rei Kurosawa perdeu seu noivo num acidente de carro. Aquele fatídico dia do acidente. Que ela provocou, já que estava dirigindo. Rei é uma fotógrafa independente (Freelance),e um dia, recebeu um trabalho no qual deveria fotografar uma antiga mansão japonesa. Existe um boato o qual diz que essa mansão, situada nas montanhas e a milhas de qualquer civilização, é assombrada. Um dia, enquanto trabalha, Rei vê algo inexplicável: seu noivo, Yuu Asou. E pelo o que ela sabe, ele está morto.

Seguindo seu amor falecido, Rei percebe que ela vagueou e penetrou cada vez mais nas ruínas da mansão abandonada. No final de um corredor, ela vira e de repente a visão dela muda. A neve está caindo fortemente, e na frente dela, estão muitas e muitas lápides. O lugar não se parece nem um pouco com a mansão de onde ela tirava fotos até agora. Então, Rei começa sua busca por Yuu.

Trailer:


Baseado em fatos

Fatal Frame é basicamente baseado na história verdadeira (e também não lenda) que cerca a mansão Himuro, no Japão. Há rumores de a mansão ser o palco das mortes violentas de uma família japonesa e vários de seus associados, algumas décadas atrás. A família Himuro participava de um específico e enigmático ritual xintoísta com o nome de "Ritual de Estrangulamento", que era usado para selar o karma ruim da Terra. O Karma, chamado "Malice" (ou Malícia), emergiria em uma data específica perto do final do ano de um portal no jardim interno da mansão.

Para prevenir isso, uma donzela era escolhida ao nascer e isolada do mundo externo para ser criada como um cordeiro para sacrifício. Isso era feito para prevenir que ela, a "Donzela do Santuário da Corda", adquirisse qualquer ligação com o mundo externo, o que arruinaria o ritual. Antes do "Ritual de Estrangulamento", outra donzela era escolhida para o "Ritual do Demônio Cego" que, ao ser amarrada, sua face era forçada contra uma máscara de madeira com espetos nos locais onde deviam estar os olhos. A relação dessa prática com o "Ritual do Estrangulamento" não é conhecida, mas aparentemente era necessária para o sucesso.

Após o tempo certo ter passado, chegaria o dia do "Ritual do Estrangulamento" para a "Donzela do Santuário da Corda", onde ela seria atada por cordas nos seus pulsos, tornozelos e pescoço. As cordas eram amarradas a times de bois, que puxavam radialmente do corpo da menina, arrancando seus membros de seu corpo. Não é conhecido se ela estava morta antes de seus membros serem arrancados, entretanto, é lógico que a corda do pescoço a sufocaria, apesar de ela estar sentindo uma dor agonizante. As cordas usadas para amarrar seus apêndices seriam ensopadas com seu sangue e cruzadas no portal da Malícia. Mas o portal só permaneceria fechado por aproximadamente 75 anos antes de o ritual se repetir. Por gerações, essa tradição era passada pela família Himuro, o chefe da família sempre participava dos procedimentos.

Porém a honra da família levou ao desastre. Durante o último "Ritual de Estrangulamento" registrado, é dito que a "Donzela do Santuário da Corda" avistou um homem do lado de fora da mansão vários dias antes do ritual. Ela se apaixonou por ele, e seu novo apegamento à Terra manchou seu sangue e seu espírito; o ritual e seu sacrifício falharam miseravelmente. O chefe soube do acontecido e perdeu sua sanidade. Ele correu pela mansão assassinando sua família, os sacerdotes, e qualquer desafortunado que estivesse visitando a mansão na ocasião. Envergonhado com sua falha de prevenir a calamidade, ele caiu sobre sua própria katana, cometendo o harakiri. A Família Himuro e os rituais performados por ela agora estavam mortos. As pessoas locais ficaram quietas quanto a história, e eles não estavam nada ansiosos para descobrir detalhes das mortes. Ainda hoje, esforços são feitos para descobrir mais informações sobre a família e sua tragédia, mas os registros são poucos. 




Nenhum comentário:

Follow by Email